Cuiabá, Sexta-Feira, dia 20 de Outubro de 2017
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
LANÇAMENTO DO PROJETO: LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO
11/03/11 
 

Em 11 de março de 2.011, no Salão Nobre Cloves Vettorato, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, foi realizado o lançamento do Projeto “LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO”,promovido pelo Ministério Público, em parceria com o Governo do Estado e coordenado pela promotora Lindinalva Rodrigues Dalla Costa e pela Secretária e Primeira Dama Roseli Barbosa. O lançamento ocorreu durante o Encontro Estadual para Promoção da Igualdade de Gênero e Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

Com o palácio do governo lotado em plena sexta feira, após o carnaval, o projeto despertou a atenção da sociedade Mato-grossense e contou com a presença do Governador Silval Barbosa, do Procurador Geral de Justiça de Mato Grosso Marcelo Ferra de Carvalho, do Procurador Geral de Justiça do Mato Grosso do Sul Paulo Alberto de Oliveira, da representante da Ministra Iriny Lopes, a ouvidora da Secretaria de Políticas para Mulheres Ana Paula Schwelm Gonçalves e muitos outros.

A abertura do evento foi feita com a apresentação do Cantor Cearense “Tião Simpatia”, que foi um Show a parte, o repentista declamou e encantou a todos com seu repertório de músicas sobre a Lei Maria da Penha e as mulheres.

Lindinalva Rodrigues Dalla Costa,Promotora de Justiça e uma das coordenadoras do projeto afirmou que: “O Projeto prevê a aproximação do Ministério Público e do Governo do Estado com os acusados de violência doméstica que estão em centros de ressocialização, presídios e cadeias, com o objetivo informar, ouvir e evitar a reincidência em tais tipos delituosos, razão pela qual serão realizadas palestras mensais nas unidades prisionais, bem como em empresas e locais com grande concentração de pessoas do sexo masculino”.

Lindinalva ainda ressaltou que “O trabalho será realizado de forma educativa e preventiva pelas Promotorias de Defesa da Mulher de Cuiabá e por psicólogos e assistentes sociais do Governo do Estado , bem como por estagiários da UNIVAG e UFMT”.

Explicando a dinâmica do projeto, a promotora disse que: “Após as palestras haverá “rodas de conversa” com os detentos, que terão um importante espaço, vez que muitas vezes eles batem porque reproduzem em seu dia a dia a educação machista que receberam”.

A Secretária de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social, do Governo do Estado de Mato Grosso Roseli Barbosa, a outra coordenadora do projeto, informou que: “O Projeto promoverá a conscientização dos agressores. Estamos iniciando em Cuiabá e está programado para até 2012, queremos implementá-lo por todo o estado”.Afirmou ainda: “a violência contra a mulher é um problema é cultural, razão pela qual pedimos a ajuda de todos para que prevaleça a concórdia, paz e harmonia entre as famílias”.Ao final de seu discurso deixou uma mensagem: “Desejo que as pessoas vivam em paz e se respeitem mutuamente, desejamos a união entre homens e mulheres”.

Marcelo Ferra e Carvalho, Procurador Geral de Justiça do Estado de Mato Grosso, afirmou que: “o Projeto “Lá em casa quem manda é o RESPEITO que visa à reabilitação dos agressores. O objetivo da lei é a erradicação da violência doméstica. Ao invés de sermos um modelo nacional de atuação nessa área, quero ter a alegria de dizer que em Cuiabá nós temos o menor índice de violência doméstica do país, com o que o projeto muito auxiliará”

Ana Cristina da Silva Mendes, Juíza da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar de Cuiabá – MT, que representou na solenidade o Poder Judiciário de Mato Grosso afirmou: “estamos nessa luta, que não é só minha, é da sociedade, vez que é um problema social, ou seja, todos nós devemos promover a erradicação. Cuiabá é uma cidade de destaque na aplicação da Lei Maria da Penha, pois constantemente estamos preocupados com as famílias, por isso precisamos tratar os agressores, pois são muitos que pedem ajuda”. A juíza ainda ressaltou que: “Drª. Lindinalva é uma guerreira no combate à violência de gênero, que é um exemplo para nós”.

Ana Paula Gonçalves, Ouvidora da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, naquele ato representando a Ministra Iriny Lopes disse: “Trago aqui uma saudação da Ministra Iriny Lopes pelo dia 08 de março. A Lei Maria da Penha traz medidas de proteção e prevenção para ajudar mulheres em situação de violência. Esse projeto é o exemplo de cumprimento da Lei Maria da Penha, nós temos percebido a importância desses projetos e de ações como esta, integradas entre os diversos órgãos”

Silval Barbosa, Governador do Estado de Mato Grosso primeiramente destacou a participação e agradeceu o show da abertura, com a apresentação do cantor “Tião Simpatia” e posteriormente afirmou: “Ouvi todo o lançamento do Projeto “Lá em casa quem manda é o respeito”, coordenado por Roseli Barbosa e Lindinalva Rodrigues Dalla Costa. Eu, como gestor fico muito preocupado com a violência doméstica, principalmente naqueles casos em que a justiça alcança. Acredito que depois da Lei Maria da Penha as pessoas começaram a denunciar a violência, o que vem avançando muito. Fico feliz com o envolvimento dos poderes, como o Estado de Mato Grosso e o Ministério Público Estadual com a suas estruturas, envolvidos no combate à violência de gênero. Agradeço a todos pelo esforço comum para que tenha menos violência doméstica. Quero conclamar a todos para que esta campanha tenha êxito e iniba a violência doméstica.Tenho certeza que o projeto trará menor reincidência, sendo de suma importância as palestras para ressocializar e conscientizar os presos, vamos dizer para eles que o crime não vale a pena, de forma a buscar alternativas para diminuir a violência. Vamos deixar uma semente germinada no estado de Mato Grosso.O Estado vai dar a resposta a toda a sociedade, de forma direta e indireta”

Após a solenidade de lançamento, Sumaya Saady Morhy Pereira, Promotora de Justiça do Pará, proferiu palestra com o tema: “Violência doméstica e familiar contra a mulher: uma grave violação dos direitos humanos”, onde fez uma reflexão sobre a responsabilidade e o desafio do Ministério Público no enfrentamento desse tipo de violência, mencionando os antecedentes históricos deficientes na tutela dos direitos humanos das mulheres no ordenamento brasileiro, falou sobre a evolução dos direitos da mulher e as transformações do modelo clássico de Família, da Normalização da condição de submissão e subserviência da mulher e os avanços e desafios da Lei Maria da Penha e sua abrangência. “Nós precisamos compreender a importância da Lei Maria da Penha, como a que protege os direitos humanos. Bater em mulher sempre foi crime”, sendo que a Lei Maria da Penha veio dizer que não é de menor potencial ofensivo e sim uma grave violação dos direitos humanos”.

Confira as fotos da solenidade: http://www.lindinalvarodrigues.com.br/materias.php?id=1010&subcategoriaId=13

 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Sobre a a palestra
Autor: Lindaura Camargo Dia 29/06/2011 - 00:54
Vossa Excelência Promotora Lindinalva, venho te agradecer pelas suas palavras tocantes e emocionantes, pela qual fiquei. Eu sou aluna do curso Serviço Social, da UNIC-Barão 1° semestre e participei da tua palestra no campus do Pantanal. Eu já fui vítima de violência doméstica e sei o que é um agressor. Gostei muito da sua palestra, aliás, foi a melhor dos três dias. Os seus conselhos foram muito válidos para mim. Sucesso.
até que enfim
Autor: wilsom Dia 14/03/2011 - 22:11
até que enfim lembraram dos homens, pois o cidade pra prender homens como esta não há e esta promotora aí é a primeira a querer mandá-los pra "casinha". Agora pelo menos ela vai sempre visitar. O trabalho parece que vai ser bom
parabéns!
Autor: paulo Dia 14/03/2011 - 22:08
Estive no lançamento. Achei simplesmente fatático! Como conseguem reunir tanta gente importante em prol de uma causa eu não sei, mas essa promotora consegue o que todos pensam ser impossível. Parabém de novo!
Informações
Autor: Alcione Brito Dia 14/03/2011 - 22:05
Boa Tarde,Promotora Lindinalva,já assisti sua palestra e adorei conforme conduziu,já havia passado um email solicitando informaçãoes p/ participar do seu projeto como voluntária,e até mesmo p/ minha carga horária referente ao meu curso.Grata.Vc é Sucesso..........
Mais Notícias
II Reunião Ordinária de 2017 do Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH)
16/10/17
Projeto é desenvolvido na Associação Mato-Grossense dos Municípios
21/09/17
UNIMED recebe projeto Homens que agradam não agridem
18/09/17
PANTANAL TRANSPORTES RECEBE PROJETO DO MP
31/08/17 08:30
Clínica Femina recebe projeto desenvolvido pelo Ministério Público
29/08/17 09:00
Homens que Agradam Não Agridem é desenvolvido no CRAS do bairro CPA III
07/08/17 14:00
HOMENS QUE AGRADAM NÃO AGRIDEM É DESENVOLVIDO NA SEJUDH
04/08/17 08:00
PROJETO HOMENS QUE AGRADAM NÃO AGRIDEM É DESENVOLVIDO NO CEBRAC (MANHÃ)
14/06/17
PROMOTORA CAPACITA NOVO PROMOTOR DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO
Promotora de Justiça participa de reunião da ENASP/CNMP
08/05/17
Promotora de Justiça se reúne com dirigentes dos Alcoólicos Anônimos (A.A.)
24/04/17 14:30
PROMOTORA PARTICIPA DE REUNIÃO EM PROL DA REFORMA NA CASA DE AMPARO DE CUIABÁ
31/03/17
PROMOTORA VISITA CASA DE AMPARO ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
17/03/17
I REUNIÃO ORDINÁRIA DO GNDH DO ANO 2017
10/03/17 15:00
SINTAP/MT ORGANIZA CHÁ DA TARDE COM PALESTRA ACERCA DO EMPODERAMENTO DA MULHER
08/03/16
Promotora de Justiça de Cuiabá recebe título de Cidadã Camponovense
02/03/16
Promotora de Mato Grosso participa de reunião do ENASP sobre feminicídio em Brasília
26/02/16
Lindinalva Rodrigues participa de reunião com o sistema de justiça em Brasília
24/02/16
Promotora participa de posse de Desembargador no Mato Grosso do Sul
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173